Os parâmetros para regeneração natural são calculados utilizando as mesmas fórmulas que as utilizadas para árvores adultas, porém, considerando dados de árvores e parcelas em regeneração.

São obtidos valores das classes absoluta e relativa de tamanho da regeneração natural, pela expressão (FINOL, 1971):

Estrutura;  Estrutura

em que:

CAT i = classe absoluta de tamanho da regeneração da i-ésima espécie;

CRT i = classe relativa de tamanho da regeneração da i-ésima espécie;

n ij = número de indivíduos da i-ésima espécie na j-ésima classe de tamanho;

N j = número total de indivíduos na j-ésima classe de tamanho;

N = número total de indivíduos da regeneração natural em todas as classes de tamanho.

A Regeneração Natural Relativa da i-ésima espécie é estimada, conforme FINOL (1971), pela seguinte expressão:

Estrutura

em que:

RNR i = regeneração natural relativo da i-ésima espécie;

FR i = freqüência relativa da regeneração natural da i-ésima espécie;

R i = densidade relativa da regeneração natural da i-ésima espécie.

Veja também: Trabalhando com árvores de regeneração no Mata Nativa