Quem dá vida ao Mata Nativa?

Somos uma equipe multidisciplinar que amamos o que fazemos. Queremos entregar a melhor experiência na análise de inventários florestais, com uma ferramenta super completa, prática e também com conteúdos técnicos no nosso blog.

Apoio e suporte aos profissionais para aproveitarem ao máximo que o software proporciona.

O que pensamos?

O compromisso com a qualidade, a fundamentação técnica e a vontade de criar uma parceria ganha-ganha com todos, são os principais valores que tem sustentado o software Mata Nativa como referência por quase duas décadas. Vínculos sinceros, propostas justas e evolução sólida. Desta forma acreditamos estar impactando positivamente o setor florestal, ambiental e todos os profissionais que são apaixonados pelo que fazem.

Preocupamos com a formação dos jovens universitários e com as pesquisas realizadas na área florestal e ambiental, por isso, temos parcerias com diversas universidades brasileiras.

Alicerces fortes garantem a longevidade

Parcerias iniciadas no início do Século XXI transformaram ideais e técnicas em um grande projeto: o software Mata Nativa. A primeira equipe e os idealizadores do Mata Nativa:
caret-down caret-up caret-left caret-right
Agostinho Lopes de Souza

Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (1976), mestrado em Ciências Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (1981) e doutorado em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná (1989). Atualmente é professor aposentado da Universidade Federal de Viçosa. Atuava principalmente nos seguintes temas: floresta nativa; estrutura, dinâmica e manejo de florestas nativas, planos de manejo florestal, usos múltiplos de florestas nativas, manejo para produtos florestais madeireiros e não madeireiros, critérios e indicadores para manejo sustentável de florestas nativas.

Alessandro de Freitas Teixeira

Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Viçosa (1999), Mestrado em Ciência da Computação na área de Otimização pela Universidade Federal de Minas Gerais (2002) e MBA em Gestão Competitiva pela Faculdade Pitágoras (2010). Tem experiência nas áreas de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Apoio à Decisão aplicados ao agronegócio e meio ambiente, Gerência de Projetos, Engenharia de Software, Banco de Dados e Otimização. Diretor de Tecnologia da Cientec Ambiental.

Gilson Fernandes da Silva

Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (1992), mestrado em Ciências Florestais pela Universidade Federal de Viçosa (1995), doutorado em Ciências Florestais pela Universidade Federal de Viçosa (2001), pós-doutorado pela Universidade de Brasília-UnB (2002) e pós-doutorado pela Universidade da Flórida, Estados Unidos (2013). Bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq, atualmente é professor associado IV. Tem experiência na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal, com ênfase em Ordenamento Florestal, atuando principalmente nos seguintes temas: Mensuração Florestal, Manejo Florestal e Otimização.

José Franklin Chichorro

Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Mato Grosso (1981), mestrado em Ciência Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (1987) e doutorado em Ciência Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (1999). Atuou como professor 3º grau na Universidade Federal do Mato Grosso de agosto de 1988 a outubro de 2006 e, a partir desta data, atua na Universidade Federal do Espírito Santo. Tem experiência na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal, com ênfase em Manejo e Economia de Recursos Naturais, atuando principalmente nos seguintes temas: Manejo Florestal, Economia Florestal, Economia Ambiental, Administração Florestal.

Paulo Márcio de Freitas

Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Viçosa (1997). Possui especialização em Administração Estratégica em Sistemas de Informação pela UNA (1998), especialização em Meteorologia Agrícola pela UFV (2000) e MBA em Gestão Competitiva pela Faculdade Pitágoras (2010). Tem experiência nas áreas de Ciência da Computação, com ênfase em Engenharia de Software e Gerência de Projetos, e de Administração de Empresas, com ênfase em gestão de negócios, marketing e vendas. Atuou no desenvolvimento de projetos e acumula experiências nas áreas de irrigação, agrometeorologia, gestão de recursos hídricos, inventário e manejo de florestas nativas e gestão do agronegócio. Diretor Executivo da Cientec Ambiental.

Rinaldo Luiz Caraciolo Ferreira

Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1983), mestrado(1988) e doutorado (1997) em Ciências Florestais, área de Manejo Florestal, pela Universidade Federal de Viçosa e Pós-Doutorado na Universidad de Córdoba-Espanha. É professor Titular da Universidade Federal Rural de Pernambuco na área de manejo florestal desde 1984 e Bolsista de Produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico desde 2003 . Foi Editor da Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Coordenador do Curso de Graduação em Engenharia Florestal, Coordenador do Programa de Pós Graduação em Ciências Florestais (2002-2004; 2013-2015), Pró-Reitor de Planejamento da UFRPE (2004-2008) e Professor Visitante na Universidad de Córdoba-Espanha (Abril-Maio/2010). Tem experiência na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal, com ênfase em Ordenamento Florestal, atuando principalmente nos seguintes temas: fitossociologia, caatinga, análise multivariada e manejo florestal.

Pesquisadores que apoiam o projeto


Carlos Pedro Boechat Soares
UFV

Sebastião Venâncio Martins
UFV

Jeanine Maria Felfili Fagg
UnB (in memorian)

Alba Valeria Rezende
UnB

Isabelle Maria Jacqueline Meunier
UFRPE

Paulo Cesar Fernandes Lima
Embrapa Semi-árido

Josuel Arcanjo da Silva
UFCG

Danilo José da Silva Coelho
IEF

João Augusto Alves Meira Neto
UFV

Um pouco da nossa história